Comecei a escrever o livro Principio Editorial em 2017. Estava empolgada e produtiva. E no finalzinho da produção, uma avalanche de acontecimentos me desestabilizou e eu me vi diminuindo a produção e não concluindo a minha obra. Inclusive, o momento que eu estava passando me fez congelar todos os outros projetos no mercado editorial digital.

O ano de 2018 foi um ano muito complicado e 2019 começou com um turbilhão também. Ainda estou me reencontrando, sendo resiliente. Não vou entrar em detalhes do que ocorreu. Este artigo não é para sentirem pena, é para mostrar identificação e perseverança.

A maioria dos autores de início de carreira precisam conciliar vida profissional e pessoal com a escrita do livro. Muitas das vezes esse processo é tranquilo, a gente conclui nossos projetos sem grandes obstáculos. Outras vezes, as pancadas fazem a gente parar e gastar energia com outras coisas. E, com o tempo, vamos deixando nosso sonho de ser escritor para trás.

A vida me afastou do Princípio Editorial, mas meu coração sempre esteve nele. Faz parte do meu propósito de vida ajudar as pessoas a escreverem suas histórias. Não continuar escrevendo e realizando o projeto, me trouxe tristeza e ansiedade. Então, ficava a pergunta: por que não estou conseguindo me organizar para escrever?

Procrastinação

Entrei em um condicionamento mental muito ruim. Os acontecimentos me levavam para o pensamento de que precisava esperar as coisas se acalmarem para eu dar continuidade no livro e no projeto. E, assim, fui parando de progredir. Entrei em uma maré de desânimo e conformismo, com o seguinte tipo de pensamento: “Assim que as coisas melhorarem, vou me organizar e voltar. Se eu fizer agora, não terei tempo e cabeça para me dedicar. Não vai ter a qualidade que eu gostaria de passar”.

Como virar a moeda

planilha de atividades
Estabeleça o seu conteúdo material e programe suas atividades

Nem sempre a gente vai ter um empurrão que vai nos tirar do estado de inércia. Eu até tive uma ajudinha, ganhei tempo livre e não tive mais motivo para adiar. Só precisei me organizar e agir.

Primeira coisa que fiz foi buscar a metodologia desenvolvida por mim chamada Os 4 Princípios Editoriais para escrever um livro. Voltei para o Princípio Editorial 1: hora de criar expectativa e antecipar o conteúdo do livro. Revisei passo a passo. Listei o que eu precisava fazer, redefinir e atualizar.

Assim, revisei o conteúdo material para terminar o livro. Para concluir o livro, precisarei atualizar 6 capítulos (novas tecnologias surgiram) e escrever os quatro capítulos restantes. Foi necessário atualizar algumas fontes de informação para poder voltar a escrever. Também refiz toda minha agenda de produção (não apenas do conteúdo do livro, mas da postagem das mídias do Princípio Editorial).

Com todas as minhas tarefas re-estabelecidas, está sendo muito mais fácil retornar as atividades. Estou produzindo novamente a todo vapor, desenvolvendo e cuidando do meu livro.

Motivação Extra

Ter a minha amiga Isadora Duarte de volta ao Princípio Editorial foi essencial para o meu retorno também. Há uns meses, voltamos a lamentar por ter deixado o projeto em segundo plano. E, juntas, traçamos um novo plano de ação e já estamos fazendo acontecer. (Uma observação: se já está com o seu manuscrito pronto e precisando de revisão professional, ela é a pessoa certa para conversar).  

Perseverança 

Caso você se identifique com a minha situação, vamos perseverar juntos. Algumas coisas podem nos tirar do rumo e a gente acaba se perdendo no caminho. Estou reassumindo controle, com novas metas. Sigo com meu propósito em ajudar as pessoas a escreverem as suas histórias. Através do Princípio Editorial cumpro minha missão em produzir e compartilhar conteúdo informativo para ajudar novos autores a escreverem, publicarem e divulgarem seus livros de maneira independente. 

Mantenha em seu coração o seu propósito e não deixe a chama apagar. Mantenha o seu olhar focado no seu objetivo, seja paciente com os obstáculos (até com a procrastinação). Lembre-se que a jornada do autor não precisa e não deve ser solitária. Crie a sua comunidade de autores, troque experiências e busque apoio. Juntos, faremos o mercado editorial brasileiro bem melhor e formaremos novos leitores.

Caso queira mais dicas dos processos para escrever e autopublicar um livro, baixe gratuitamente o CheckList: Os 4 princípios editorias para escrever um livro.

Continue escrevendo e lendo. Sempre!

Um grande abraço,
Fernanda Drumond

Não terminei meu livro e agora?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *